25 anos de história

4 de abril de 2014

 

avatar-07

Oportunidade e ousadia. A união entre essas palavras e dois empresários visionários deu início à empresa que transformou o mercado de locação de geradores de energia no Brasil — A Geradora. Em abril de 1989, época em que o segmento ainda era pouco conhecido, Enilson Moreira e Celso Reis utilizaram o conhecimento adquirido na empresa fabricante de geradores onde trabalhavam para comprar uma máquina usada, que era alugada para empresas pequenas. “O aluguel de geradores não era acessível como hoje. O mercado foi se adaptando à locação por meio do trabalho da A Geradora.

Tivemos a oportunidade certa, no lugar certo, com o tipo de negócio certo”, destaca Celso. Enilson acrescenta que “naquela época não existia a cultura de locação de máquinas, especialmente geradores, e as opções que existiam eram as empresas do Sudeste, com custo elevadíssimo.”

Apesar da bagagem de conhecimentos trazida pelos sócios, o período de consolidação da A Geradora foi desafiador. A falta de recursos financeiros e de experiência na gestão de uma empresa foram os principais entraves. Celso lembra que ganhar a confiança dos clientes foi um processo árduo. “Trabalhamos muito para erguer uma empresa que atendesse com qualidade às necessidades do mercado, porque não tínhamos técnicos especializados. Fomos buscar pessoas que tivessem potencial e ideais de crescimento como os nossos para treiná-las.”

Para além das dificuldades, a primeira grande oportunidade de crescimento da A Geradora surgiu ainda no primeiro ano de atuação da empresa. Em 1989 estava em construção a Estrada Litorânea, que liga Salvador à Sergipe. O consórcio responsável pela construção da via demandou 20 geradores para compor a obra. “Tínhamos a metade. Compramos o restante, numa atitude visionária e garantimos o contrato”, recorda Celso.

Outra grande oportunidade de expansão para A Geradora veio dez anos mais tarde, em 1999, com o chamado Bug do Milênio. Na virada do século, havia um temor que uma possível queda de energia poderia apagar todos os registros dos sistemas informatizados, o que causou um clima de temor generalizado. “Nesta época, já estávamos mais capitalizados e pudemos investir em novos geradores. Alugamos para todo o Brasil, dava para jogar bola em nossos salões de armazenamento. Com o fim do Bug do Milênio pudemos investir ainda mais no crescimento da empresa”, conta Celso.

Pouco tempo depois, em 2001, A Geradora pôde, mais uma vez, expandir sua atuação na época da chamada Crise do Apagão, no governo de Fernando Henrique Cardoso. A falta de chuvas deixou represas vazias e acendeu o alerta dos poderes público e privado, que viram no mercado de locação de geradores uma alternativa viável em caso de falta de energia.

 

Relevância nacional

A capacidade de aproveitar as oportunidades e fazer delas uma ferramenta de crescimento fez da A Geradora uma empresa nacional. Diferentemente das demais empresas do segmento, A Geradora nasceu na região Nordeste e se expandiu para o Sudeste. “Nosso crescimento pelo país se deu quase que por gravidade. Ficamos conhecidos na Bahia e os estados vizinhos que tinham demandas na área acabavam conhecendo nosso trabalho, que foi sendo reconhecido ao longo dos anos de forma nacional”, comenta Enilson. A primeira filial da A Geradora foi inaugurada em Recife, em 1994. Atualmente, a empresa conta com 19 unidades, espalhadas em 14 estados e no Distrito Federal.

 

Expansão de negócios para outras áreas

Cinco anos após a fundação, A Geradora começou a trabalhar com a locação de outros produtos. A diversificação veio para atender a demanda do mercado. “A nossa ideia é levar a solução para o cliente. Tudo que ele precisava, começamos a oferecer, dentro da linha de produtos que achávamos interessante”, afirma Rogério Reis, diretor financeiro.

Além dos geradores, a empresa hoje trabalha com compressores de ar, torres de iluminação, plataformas aéreas, equipamentos de climatização e equipamentos compactos para construção como miniescavadeira, minicarregadeira e rolo compactador.

Em 2012, a empresa adquiriu a Poliservice, especialista na locação de equipamentos para eventos. A aquisição agregou experiência no setor e A Geradora se tornou referência nacional. Para os próximos anos, a empresa tem um plano de expansão, focado no mercado industrial e na continuidade da expansão geográfica. “O objetivo é prosseguir no ritmo acelerado de crescimento”, comenta Rogério.

Tem interesse em alugar um equipamento?

Entre em contato com nosso time de vendas ou a equipe técnica para saber mais. Somos especialistas na locação de equipamentos para eventos e obras em geral.

Há mais de 28 anos A Geradora atua na locação de equipamentos com foco nos segmentos de Infraestrutura, Construção Civil, Indústria, Eventos, Óleo&Gás, Mineração, Usinas Termelétricas e Comércio&Serviços.