11 Super Dicas para Salvar sua Empresa em Caso de Falta de Energia

15 de janeiro de 2018

A falta de energia é um assunto importante porque pode levar qualquer empresa ao prejuízo financeiro. Apesar de saber disso, poucas pessoas sabem o que fazer nessa hora.

11 super dicas para salvar sua empresa em caso de falta de energia

O verão brasileiro é uma época do ano marcado pelo sol, mas também pelas tempestades. Com isso, muitas regiões sofrem com as chuvas fortes e as ventanias, com a queda de árvores e outros desastres. As consequências são bem previsíveis: muitas empresas são prejudicadas pela queda da energia elétrica.

Sem energia elétrica, a produtividade é reduzida e o prejuízo é certo.

Uma das provas que esses momentos realmente influenciam negativamente em diversas companhias são as milhares de reclamações e processos judiciais que as concessionárias respondem – seja pelo atraso do reestabelecimento do serviço, ou por fornecerem abastecimento incompleto.

A partir disso, fica claro que todos os empresários estão sujeitos aos prejuízos que a falta de energia pode causar ao seu negócio, seja ele de pequeno, médio ou grande porte.

Abaixo, separamos 11 dicas que devem ser usadas quando isso acontecer.

11 super dicas caso falte energia na sua empresa

As dicas abaixo são todas gerais e úteis para qualquer empresário. Vamos começar falando sobre a importância de registrar uma reclamação junto à concessionária de energia até a atitudes preventivas, com o uso de geradores de energia. Confira!

1 – Entre em contato com a Concessionária de Energia

A primeira coisa a fazer quando a luz falta é entrar em contato com a concessionária para fazer uma ocorrência sobre o que aconteceu. Procure saber os motivos da queda de energia e tentar obter uma estimativa do retorno do abastecimento. Durante o contato, que normalmente é telefônico, solicite informações úteis, como:

  • Qual o motivo da queda da energia?
  • O que deve ser feito imediatamente? Quais medidas tomar?
  • Quando o abastecimento de energia irá retornar – há previsão?

Não esqueça de anotar o protocolo de seu atendimento. Ele será imprescindível se precisar registrar o momento inicial em que  o serviço foi perdido e que você entrou em contato solicitando o seu restabelecimento. Se o problema persistir por mais que o tempo previsto ou gerar danos é recomendável realizar quantas reclamações forem necessárias.

2 – Atente-se aos possíveis débitos com a empresa de energia

Se você atrasar o pagamento da conta por muitos meses ou se estiver com débitos, existe a possibilidade de corte da energia elétrica, portanto, é importante verificar esse fato.

Geralmente, a companhia elétrica envia avisos dos débitos, com prazos estabelecidos.

Por outro lado, se não houver débitos, então, toda a responsabilidade é da companhia.

3 – Problemas com a fiação

Se a falta de energia for um problema recorrente na sua região é importante é procurar saber se há falhas na fiação de energia.

Essa parte estrutural e externa à sua casa é toda de responsabilidade da companhia de energia elétrica.

4 – Evite a perda de aparelhos

Em uma residência, uma forma de evitar a perda de aparelhos é um pouco mais fácil: quando começarem os raios e trovões, a recomendação é desligar o maior número possível de aparelhos que estão conectados na tomada.

Em uma empresa, isso é um pouco mais complicado, afinal, se o fizer, a produtividade cairá.

Por isso, é preciso atentar-se às formas de driblar a falta de energia sem prejudicar o trabalho da empresa – veja como fazer mais adiante no tópico: Atitudes que evitam perdas por quedas de energia

5 – Confira os aparelhos danificados

Após a energia ser restabelecida, verifique se houve aparelhos que foram danificados.

Em caso positivo, a recomendação é buscar três orçamentos distintos de serviços. O serviço deverá ser pago pela empresa de energia elétrica, mas vale a pena entrar em contato com ela para saber quais os próximos passos devem ser dados. Geralmente, a resposta tem que ser dada em até 45 dias.

6 – Obtenha descontos na conta de energia elétrica

Se a interrupção durar muito tempo, as empresas podem entrar com um pedido de desconto na conta para reaver o prejuízo obtido, conforme o Código de Defesa do Consumidor.

Existem, inclusive, normas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que garantem o código.

7 – Busque seus direitos

Se a concessionária negar o pagamento de aparelhos danificados, perdas de insumos e outros prejuízos, é possível realizar reclamações em agências reguladoras, Procon, ou entrar com uma ação junto ao Poder Judiciário, solicitando restituição dos danos emergentes (efetivamente perdidos), mas também do que se deixou de ganhar, chamados de lucros cessantes. Além dos danos materiais, também é possível entrar com pedido de danos morais, principalmente se a empresa for um comércio e perder vendas.

O valor gasto com a locação de geradores de energia emergencialmente também é um custo que pode ser requerido para ser ressarcido no processo judicial contra a concessionária de energia.

Atitudes que evitam perdas por quedas de energia

9 – Uso de nobreak

O nobreak também é conhecido como UPS – Uninterruptible Power Supply, ou seja, Suplemento de Energia Ininterrupta). Ele exerce duas funções importantes: a de estabilizar a tensão da energia, protegendo os aparelhos conectados a ele de oscilações da energia fornecida, e armazenar energia em uma bateria interna, que é utiliza toda vez que a fonte de energia principal cai. A autonomia dos no-breaks depende da capacidade de armazenamento do aparelho, e pode variar mantendo um aparelho funcionando de 20 minutos até 4 horas.

10 – Laptop para evitar perdas de arquivos

O uso de laptops e notebooks pode ser uma alternativa para manter as atividades funcionando e evitar a perda de arquivos por desligamento abrupto da fonte de energia, já que eles têm uma bateria própria que garante o seu funcionamento por um tempo médio de duas horas.

11 – O Armazenamento na nuvem para garantir acesso a arquivos

Agora, no caso de a empresa ter o serviço de armazenamento na nuvem, poderá ter acesso aos arquivos por meio de outros dispositivos – o que acaba sendo uma alternativa à queda de energia.

12 – Geradores de energia para evitar qualquer perda

Com o uso dos nobreaks e baterias os computadores, notebooks e impressoras podem ser mantidos ligados por algum tempo. Só que com esses equipamentos a energia só é mantida nesses poucos aparelhos e não dura mais do que poucas horas – o que no caso de interrupções mais longas é insuficiente.

Por outro lado, muitos negócios precisam de outros equipamentos ligados para continuarem suas operações, além de iluminação, climatização, itens de acessibilidade, entre outros inúmeros. A melhor dica, portanto, é sempre ter um gerador de energia como backup para evitar que o fluxo do negócio seja afetado de forma negativa. Esse tipo de aparelho pode suportar uma demanda de muitas horas – ou seja, sem que a empresa tenha qualquer perda por ausência de energia da concessionária.

Se a melhor forma de solucionar um problema é prevenção, os geradores aparecem como solução imediata. Como medida corretiva, eles também são muito eficientes, já que a locação de um grupo gerador pode ser feita em um curtíssimo prazo de tempo. Saiba mais como utilizar um gerador em seu negócio com quem mais entende do assunto: A Geradora Locação de Geradores e Equipamentos

Fontes:

https://www.terra.com.br/economia/direitos-do-consumidor/energia-eletrica-7-respostas-para-quando-a-luz-acabar,ebb9fdbdae71b410VgnVCM5000009ccceb0aRCRD.html

https://www.penso.com.br/como-manter-a-ti-funcionando-mesmo-sem-energia-eletrica/

 

Tem interesse em alugar um equipamento?

Entre em contato com nosso time de vendas ou a equipe técnica para saber mais. Somos especialistas na locação de equipamentos para eventos e obras em geral.

Há mais de 28 anos A Geradora atua na locação de equipamentos com foco nos segmentos de Infraestrutura, Construção Civil, Indústria, Eventos, Óleo&Gás, Mineração, Usinas Termelétricas e Comércio&Serviços.