Como escolher o compressor ideal para a sua necessidade

12 de julho de 2018

Saiba o que é preciso levar em consideração na hora de decidir o tipo de compressor adequado para o seu negócio.

Para quem nunca precisou pensar nesse assunto, saber como escolher um compressor de ar pode ser uma tarefa complicada. Há uma ampla variedade de equipamentos como esse no mercado e a finalidade da tarefa é um fator primordial a ser considerado antes da escolha.

Se o modelo escolhido não for dimensionado adequadamente, a demanda exigida não será atendida, sendo necessário substituir o equipamento, resultando em atraso por tempo parado, além do desgaste com o cliente. Porém, não se assuste: estamos aqui para dimensionar o compressor correto para sua operação.

No entanto, antes de tudo, vamos conhecer um pouco mais sobre esse equipamento para que possamos compreender porque trabalhos caseiros e corriqueiros requerem compressores distintos daqueles utilizados em grandes obras e também na indústria.

O que é um compressor de ar?

A principal função de um compressor de ar é fornecer ar comprimido por meio do movimento de um motor diesel ou elétrico a uma unidade compressora.

Eles são utilizados em sistemas pneumáticos de acordo com o consumo de pressão e vazão em processos industrias fabris através de compressores elétricos e em grandes obras por compressores diesel, como dispositivos de jateamento de concreto, perfuração de rochas ou poços, marteletes para cortar asfalto, rompedores para demolição, além de várias outras aplicações.

Capacidade de compressão: a maior diferença

Basicamente, entre os modelos disponíveis no mercado, a geradora dispõe de dois tipos de compressores: nos modelos a Diesel, entre 7 a 24 bar de pressão e alcançando até 1500 pcm de vazão, e entre os elétricos de 7 e 10 bar de pressão atingindo 578 pcm de vazão.

Com uma grande variedade de modelos disponíveis, sem dúvida teremos o compressor ideal para sua necessidade.

Os compressores elétricos são aqueles utilizados no segmento de indústria, em geral para alimentar plantas pneumáticas.

Eles são amplamente utilizados pelo fato de conseguirem a máxima disponibilidade de ar demandando pouquíssima infraestrutura de instalação, atuando diretamente na área onde o suprimento de ar é exigido.

Obras de saneamento, pavimentação de rodovias e projetos de demolição e mineração estão entre as atividades nas quais os compressores a diesel são requeridos.

Entre os modelos disponíveis, alguns compressores a Diesel chegam a pesar uma tonelada. Eles são geralmente usados para rompimentos de concreto, fundações com tubulação por serem mais potentes e por isso diminuem o tempo de execução do trabalho, aumentando a produtividade e consequentemente consumindo menos combustível em relação a um compressor de menor potência, sendo o combustível o item mais oneroso em uma locação deste tipo de equipamento.

Por fim, os modelos de pequeno porte são aqueles que possuem motores elétricos e com potência mais baixa – a média fica entre 2 e 5 hps. Essas máquinas são destinadas a serviços de limpeza e pintura e têm uma procura bastante ampla.

De olho nas especificações técnicas

Agora que você já sabe que para escolher um compressor de ar é observar a capacidade de pressão e vazão, é hora de conhecer outras especificações técnicas igualmente importantes.

Aqui, devemos levar em consideração a vazão de ar e a pressão de operação. Vamos a exemplos para tornar as coisas mais claras: um trabalho em fundações profundas requer um modelo de maior pressão, como aqueles de 1000 pcm a 25 bar.

Já no corte de asfalto, modelos intermediários, com pressão de cerca de 80 pcm a 8 bar devem dar conta do recado. Pcm significa “pés cúbicos por minuto” enquanto bar é uma unidade de medida de pressão.

Os modelos que serão utilizados em áreas externas, em geral, são aqueles à diesel. Já em locais fechados os equipamentos elétricos são mais indicados, pois podem ser fixados diretamente no ponto de suprimento do ar comprimido.

Outros cuidados também devem ser considerados

Em linhas gerais, quando você precisar saber como escolher um compressor de ar, é importante contar com o auxílio de empresas especializadas no assunto. Especialmente na locação, indicar corretamente aos profissionais quais são as características do seu projeto é o primeiro passo.

O cuidado com esses equipamentos inclui também medidas por parte dos fabricantes e dos proprietários dos compressores no que diz respeito à qualidade do ar.

Dependendo da aplicação, o ar deve estar livre de partículas sólidas, não pode ficar exposto à poeira e ter a umidade controlada ou até eliminada, como nos casos de aplicações em hospitais, por exemplo.

Alguns modelos contam com alguns tipos de filtros para finalidades específicas, visando justamente reduzir o grau de impureza do ar. Porém, mesmo com todos os cuidados, ainda assim os compressores de ar precisam passar por manutenções preventivas e inspeções periódicas.

No check-list de itens a serem considerados está inclusa a troca de óleo e dos filtros do compressor, assim como obedecer o plano de manutenção de acordo com as horas de funcionamento contidas no manual de serviço.

Normas Regulamentadoras devem ser respeitadas

A legislação brasileira é bastante rígida no que diz respeito aos compressores de ar. O Ministério do Trabalho, por meio das Normas Regulamentadoras, prevê um conjunto de regras que deve ser seguido por aqueles que utilizam esse tipo de equipamento.

As duas normas mais relevantes são a NR-13, que trata da gestão de caldeiras a vapor, vasos de pressão e suas tubulações, e a NR-18, que versa sobre as condições e o ambiente de trabalho nas áreas ligadas à construção.

Vale lembrar ainda que a operação dos compressores de ar deve ser feita somente por profissionais especializados, sob pena de punições legislativas. Por essa razão, empresas que não utilizam equipamentos como esse com muita frequência preferem recorrer à locação.

Quando há a compra de um compressor, isso implica no fato de a empresa arcar com todos os custos relacionados à manutenção.

Já no caso da locação de compressor de ar  esse problema deixa de existir, uma vez que esses aspectos técnicos de manutenção ficam sob a responsabilidade da locatária.

Em resumo, não é difícil encontrar o modelo ideal de compressor de ar para o seu negócio, mas é importante ter claramente a noção da finalidade do equipamento e, é claro, contar com o auxílio das empresas mais tradicionais do setor.

Tem interesse em alugar um equipamento?

Entre em contato com nosso time de vendas ou a equipe técnica para saber mais. Somos especialistas na locação de equipamentos para eventos e obras em geral.

Há mais de 28 anos A Geradora atua na locação de equipamentos com foco nos segmentos de Infraestrutura, Construção Civil, Indústria, Eventos, Óleo&Gás, Mineração, Usinas Termelétricas e Comércio&Serviços.